Violência doméstica: Polícia civil e faculdade se associam para atender vítimas

A Polícia Civil, por meio do projeto “Homem que é Homem” firmou uma parceria com o Centro Universitário Católica de Vitória. Os alunos do curso de psicologia, por meio de estágio curricular, realizarão grupos reflexivos com mulheres que registrarem boletim de ocorrência nos Distritos Policiais de Atendimento à Mulher (DPAM’s) de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica.

Segundo o coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Elaboração de Ações para o Enfrentamento à Violência (NIEV), delegado Sergio Mello, todo o trabalho será supervisionado por uma professora do curso de psicologia do centro universitário.

“Essa parceria é fruto de uma demanda apresentada pela maioria dos participantes que já passaram pelo projeto Homem que é Homem, tendo em vista que muitos ainda convivem com a companheira que fez a ocorrência relativa à Lei Maria da Penha ou possuem alguma necessidade de manter vínculos por causa da existência de filhos e, por isso, desejam um convívio mais amistoso”, explicou o delegado.