Vila Velha estuda melhorias em feiras livres

A Prefeitura de Vila Velha estuda melhorias nas condições de segurança pública e de trânsito na feira de Aribiri. Acompanhado da equipe de Engenharia de Trânsito e da Guarda Municipal, o secretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito (Semprev), coronel Oberacy Emmerich Júnior, visitou na manhã deste domingo (12), a feira mais tradicional do município.

A presença ostensiva de agentes da Guarda Municipal, a criação de vagas para estacionamento e também para táxi, além da interdição da Rua Antônio Bezerra durante o funcionamento da feira, estão entre as medidas a serem adotadas para organização do local. A feira recebe em média de 5 a 10 mil pessoas a cada domingo.

“Podemos delimitar uma faixa para estacionamento ao longo da Avenida Carlos Lindenberg e também na Rua São Luiz, além de estudar outras áreas a serem utilizadas”, avaliou Emmerich Júnior, que também foi acompanhado pela presidente da Associação das Feiras da Grande Vitória, a “Rose da feira”, para quem “a Prefeitura deve definir medidas que sejam continuas e constantes para que as coisas comecem a funcionar ao poucos”, sugeriu.

A equipe visitou barracas, ouviu moradores e feirantes antigos para traçar um plano de ação com melhorias para o local. “Devemos ter a consciência de não comprarmos produtos de origem desconhecida e sem nota”, orientou o secretário Emmerich Júnior. Segundo ele, “para que não haja estímulo na aquisição de produtos de procedência duvidosa”. Também integraram a comitiva da PMVV que visitou a feira o subsecretário da Guarda Municipal, Samuel Nunes, e o coordenador da Engenharia de Trânsito da PMVV, Lisandro Barcellos Detoni.