Crise na Segurança: Polícia Civil também entra em greve

Os policiais civis do Espírito Santo decidiram entrar em greve nesta quarta (08). O movimento acontece depois da morte do Policial Civil Mário Marcelo de Albuquerque, conhecido como Marcelinho. Os policiais civis decidiram que só vão atender aos flagrantes. Ainda não há informação se a paralisação irá se estender ou se ocorre apenas nesta quarta.

O investigador da Polícia Civil Mário Marcelo de Albuquerque morreu ao tentar impedir o roubo de uma motocicleta, na BR 259, em Colatina, região Noroeste do Estado. Ele levou um tiro no abdômen e não resistiu aos ferimentos.